Bem vindo a Cidade dos Canyons.

Não é a toa que a cidade ostenta este nome. Cercado pelos imponentes Canyons, que compõe dois dos Parques Nacionais mais visitados do Sul do país. Venha visitar-nos e conhecê-los mais de perto e comprovar sua beleza.

Itaimbézinho

O Itaimbezinho é um desfiladeiro - ou garganta, em inglês, Canyon - brasileiro, situado​ na divisa dos estados do Ri Grande do Sul e Santa Catarina.

 

O desfiladeiro tem uma extensão de 5,8 km, com uma largura máxima de 2 km e uma altura máxima de cerca de 700 m, sendo percorrido pelo arroio Perdizes.

Rio do Boi

É indiscutivelmente uma das mais belas caminhadas realizadas neste Parque em razão de sua inconfundível e peculiar paisagem. É uma trilha impressionante onde é destaques a riqueza da fauna e da flora e de sua fascinante geologia.

 

Pode-se ainda apreciar o despencar das cachoeiras e suas piscinas de águas límpidas e naturais.

 

Malacara

Localiza-se entre os cânions Itaimbezinho e Fortaleza, com vista à planície litorânea.

 

Acesso por trilha, com acompanhamento de guia, num percurso de 6 km. No caminho pode-se tomar banho de rio e cachoeira.

Indíos Coroados

A trilha inicia-se próximo a estrada, caminhamos uns 20 minutos pelo campo, quando chegamos próximo a borda, conseguimos visualizar a magnitude desse pequeno Canyon, localizado no Parque Nacional da Serra Geral.

Também visualizamos grande parte do litoral e as belas cachoeiras dos Índios Coroados

Fortaleza

O cânion se estende por cerca de 5.800 metros de comprimento, 2.000 metros de largura e uma profundidade de 600 metros. Para uma melhor visibilidade é necessário percorrer uma trilha de 1.700 metros no Morro Fortaleza.

 

É possível observar cerca de 95% do cânion e as praias que fazem limite entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina de cima do morro.

Vale da Pedra Branca

Passeio por um vale exuberante, onde serpenteiam as águas do Rio Mampituba que esculpem caminhos com a força de suas correntezas em dias de rio cheio. E formam oásis, com piscinas naturais cercada de paredões de basaltos e uma rica diversidade do bioma de Mata Atlântica.

 

Além da gigantesca pedra, com seus 200 metros de altura é possível a prática de algumas atividades como o ecoturismo, turismo de aventura e esportes radicais(escalada, rapel e base Jump).